Um novo coração

Um novo coração

O coração humano é o órgão responsável pelo sangue bombeado através de todo o organismo, que é feito em aproximadamente 45 segundos em repouso. Esta fantástica máquina todos os dias realiza tarefas gigantescas, bate cerca de 100.000 vezes, bombeando aproximadamente 7.500 litros de sangue. A pressão que o coração gera dentro de 12 horas é tanta que poderia erguer a 30 centímetros do chão um peso de 65 toneladas. A circulação sanguínea por artérias, veias e capilares atinge quase 23.000 quilômetros, ou seja, a distância marítima entre a cidade americana New York e a chinesa Hong Kong. O coração é um músculo com várias cavidades localizado no centro do tórax; sua função é bombear sangue oxigenado para todo o corpo. Quando o coração está em repouso bate 69 vezes por minuto, mas a frequência cardíaca pode atingir mais de 200 batimentos por minuto durante os exercícios físicos ou em situações de estresse. Esta poderosa máquina tem o tamanho aproximado de um punho e pesa 500 g. numa pessoa adulta.
Sem dúvida, coração é um dos órgãos mais importantes do corpo. Trabalha todos os dias, mesmo nos feriados; esta máquina nunca pára, nunca descansa, nunca tira férias, não faz greve, mesmo quando seu dono dorme ele trabalha. Claro que este orgão vital merece, agradece e funcionará com a máxima eficácia quando é cuidado e submetido a um estilo de vida saudável e criterioso, físico e emociional equilibrado por seu ‘dono’.
A vida depende do coração, se perdermos um olho, ainda exergaremos com o outro. Podemos ouvir com apenas um ouvido, mesmo que fiquemos surdo do outro. Com o avanço da medicina podemos andar apenas com uma ou nenhuma perna. Com a capacidade de superação as pessoas conseguem viver normalmente com apenas um braço ou mão. Porém temos somente um coração, mesmo com o impressionante avanço da ciência. Com uma história longa da humanidade, o primeiro transplante de coração humano com resultado positivo foi realizado pelo Dr. Christiaan Barnard, um médico sul-africano, apenas em 3 de dezembro de 1967.
Ista é uma realidade e uma prática cada vez mais ‘comum’ e uma grande esperança para pessoas que nasceram com problemas cardíacos graves ou pacientes que adquiriram problemas de saúde e anomalias perigosas no coração. Claro que ter saúde é importante, porém, a felicidade completa do homem, não depende apenas de um coração saudável. Além da saúde, há outros fatores que influenciam a plenitude da vida humana. A saúde física humana está irrefutavelmente ligada ao cérebro, dele emanam impressões, emoções, sentimentos e irradiam através do coração, e do sistema nervoso para o corpo inteiro. O Sábio Salomão já advertiu: «Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.» (Pv 3.23).
A diretriz do coração procede da mente, alguma referências comuns a pessooas são: coração de ouro, coração de pedra, coração cruel, coração gelado, sem coração, etc. Conforme o diagnóstico divino o coração humano é mais doente espiritualmente do que fisicamente. Um estado emocional causa abalo físico e afeta o coração. Por esta razão cada vez mais médicos se utilizam de terapias alternativas. Experiências recentes comprovam que pessoas deprimidas, respondem com mais dificuldade a tratamentos fisioterápico, clínico ou cirúrgico.
A Bíblia afirma: «A alegria do coração transparece no rosto, mas o coração angustiado oprime o espírito.» (Pv 15.13). A primeira referência bíblica ao coração humano é: «O Senhor viu que a perversidade do homem tinha aumentado na terra e que toda a inclinação dos pensamentos do seu coração era sempre e somente para o mal.» (Gn 6.5). Séculos mais tarde um profeta de Deus confirma que o coração humano sofria do mesmo mal: «O coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável. Quem é capaz de compreendê-lo? Eu sou o Senhor que sonda o coração e examina a mente, para recompensar a cada um de acordo com a sua conduta, de acordo com as suas obras.» (Jr 17.9,10). Muito tempo depois Jesus Cristo disse numa de suas parábolas: «Mas as coisas que saem da boca vêm do coração, e são essas que tornam o homem ‘impuro’. Pois do coração saem os maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, as imoralidades sexuais, os roubos, os falsos testemunhos e as calúnias.» (Mt 15.18,19).
A ciência fez notáveis conquistas, mas o coração humano não melhorou ao longo da história, continua muito doente. A humanidade sofre de males ainda piores. Por isso, Deus o Criador prometeu fazer um transplante de coração no homem há mais de 3.000 anos: «Darei a vocês um coração novo e porei um espírito novo em vocês; tirarei de vocês o coração de pedra e lhes darei um coração de carne.» (Ez 36.26). A ciência moderna avançará mais e trará contínuos benefícios para o prolongamento saudável da vida, mas a morte cardíaca é inevitável.
Desde os tempos de Cristo o coração humano não melhorou e a tendência é piorar. Apesar do importante avanço científico e dos seguidos casos de transplante de coração que prolonga a vida na terra. Porém, muito antes Deus projetou transplantar o coração humano para garantir em Cristo de vida eterna: «Darei a vocês um coração novo e porei um espírito novo em vocês; tirarei de vocês o coração de pedra e lhes darei um coração de carne.» (Ez 36.26). «Pois todos nós devemos comparecer perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba de acordo com as obras praticadas por meio do corpo, quer sejam boas quer sejam más. Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!» (2Co 5.10,17). Se a consciência acusar que: «o seu coração não é reto diante de Deus.» (At 8.21). Faça a Deus a oração: «Cria em mim um coração puro, ó Deus, e renova dentro de mim um espírito estável.» (Sl 51.10). O Eterno Criador Deus lhe dará um novo coração.
Estimado leitor, caso deseje mais publicações ou informações, escreva-nos.

Um novo coração